Copaíba

Copaíba-Vermelha, Copai, Copaíba-Clara, Copaíba-Marimari, Copaíba-Preta, Óleo, Óleo-Amarelo, Óleo-Branco, Óleo-Copaíba, Óleo-de-Copaíba, Pau-d’Óleo, Pau-de-Óleo e Copaíba do Cerrado.

Descrição

Conhecido como: Copaíba-Vermelha, Copai, Copaíba-Clara, Copaíba-Marimari, Copaíba-Preta, Óleo, Óleo-Amarelo, Óleo-Branco, Óleo-Copaíba, Óleo-de-Copaíba, Pau-d’Óleo, Pau-de-Óleo e Copaíba do Cerrado.

 

Nome científico: Copaífera langsdorffii Desf.

 

Sementes por kg: 2.000

 

Família: Leguminosae-Caesalpinoideae

 

Origem: A área nativa da copaíba abrange territórios da Venezuela, Guianas, Paraguai, Bolívia, nordeste da Argentina e praticamente todo o Brasil.

 

Utilidades: A madeira é indicada para a construção civil, como vigas, caibros, ripas, batentes de portas e janelas, para confecção de móveis e peças torneadas, como coronhas de armas, cabos de ferramentas e de vassouras, para carrocerias, miolos de portas e painéis, lambris, tábuas para assoalho, etc. A árvore fornece ótima sombra e pode ser empregada na arborização rural e urbana. É também útil para plantios em áreas degradadas de preservação permanente.

 

Crescimento: A espécie tem um crescimento demorado

 

Quebra de dormência: O método de escarificação mecânica e o método de escarificação mecânica + química foram os mais adequados para as sementes de Copaifera langsdorffii.

Tempo de germinação: A germinação pode ocorrer em 5 a 40 dias.

 

Características: Planta semidecídua, heliófita, seletiva, xerófita, característica de formação de transição do cerrado para a floresta latifoliada semidecídua. Ocorre tanto na mata primaria densa quanto nas formações secundárias

 

Ocorrência: Brasil: Mata Atlântica, Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Paraná, Rondônia, São Paulo. Outros países: América Central, Bolívia, Colômbia, Guiana, Guiana Francesa, Paraguai, Peru, Suriname, Venezuela.

 

Morfologia: Altura de dez a quinze metros, com tronco de cinquenta a oitenta centímetros de diâmetro. Copa globosa densa; folhas compostas pinatífidas, com três a cinco jugos; folíolos alternos ou opostos, glabros, de quatro a cinco centímetros de comprimento por dois a três centímetros de largura.

 

Fenologia: a floração, na América do Sul, já foi observada de dezembro a outubro, mas ocorre mais frequentemente de outubro a junho no cerrado. A maturação dos frutos ocorre, mais comumente, de julho a outubro (julho a setembro, no cerrado).

 

Época de floração e frutificação: O período de floração vai de dezembro a março e o período de frutificação de agosto a outubro.

Sementes Caiçara

Sementes Caiçara, sempre inovando para melhor atendê-los.

Fale Conosco

Rua Coroados, 250 | Brejo Alegre - SP CEP: 16265-000
WhatsApp: (18) 99691-9216
Atendimento: (18) 3646-1337

Siga-nos

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba nossas novidades.

    Centro de Preferências de Privacidade

    Essencias

    Cookies essenciais são cookies necessários para garantir que nosso site funcione corretamente. Eles são usados para coisas como permitir que você navegue em nosso site, salvando informações. O site não pode funcionar corretamente sem esses cookies e só pode ser desativado alterando as preferências do navegador.

    Local cookie

    Advertising

    Analíticos

    Cookies analíticos são cookies que usamos para entender melhor como os visitantes usam e interagem com nosso site. Eles são usados para medir, por exemplo, quantos visitantes acessam nosso site, quais partes do site são mais visitadas e quanto tempo permanecem no site.

    _ga
    Google Analytics

    Other

    pt_BRPortuguese